sbinvestimentos

Coluna A Começar por Mim: Adeus 2021

O 2021 já deixou suas informações gravadas.

Por Ieda Maria | Escritora em 01/01/2022 às 08:00:00

O calendário foi criado e modificado para receber e marcar os acontecimentos dentro de uma linha do tempo. Os eventos se tornam dados e os mesmos serão usados como referência para justificar as decisões.

O 2021 já deixou suas informações gravadas. E, para uma grande maioria da humanidade, foi um ano marcado pelo medo.

Medo, até como repulsa, quando lutamos contra o caos, que poderia ter sido evitado.

Medo, como horror, em experiências de viver o anormal.

Medo, às vezes, como terror, quando além dos fatos sombrios e injustos, este invadiu nossa imaginação, não permitindo esperanças.

E, na falta de uma mão no ombro para nos apoiar silenciosamente, na falta de um sussuro que poderia aquietar a alma, na falta de um olhar encorajador, o medo deixou um alto nível de estresse. Tanto que, apenas sobrou energia para sobreviver.

Sem dúvida, o medo é um comportamento limitador.

Dito isso, sem nada parecer novo, desejo que, agora, você respire em paz. Afinal, bem ou mal, você está vivo.

E, já que está vivo(a), procure manter-se seguro. Cuidando mais de si. Respeitando, principalmente, tudo o que viveu. Ainda que, ou mesmo, com medo.

Por certo, que em 2022, ainda, não saberemos como será o "cromos" (tempo em horas, dias ou meses) mas, que o "kairós" (o tempo certo, o momento oportuno dos acontecimentos) se manifeste. Até, porquê, uma vez mais, precisamos pensar, falar e viver e... aprender ter coragem.


Fonte: Ieda Maria | Escritora

Comunicar erro
confiarcont

Comentários

anuncie1novo